291 282 590 | 2ª a 6ª - 8h30 às 21h00 - sábado - 8h30 às 18h00

Acha cedo começar a ir ao dentista aos 18 meses

Muitos pais questionam-me qual deve ser a idade para se iniciar a criança nas idas ao Médico Dentista.

A criança deve ir  ao dentista aos 18 meses.  A partir do momento em que o indivíduo tem dentes e come, podem começar os problemas. Portanto antes dos 2 anos, idade em que têm entre 8 a 10 dentes na boca, os bebés devem iniciar as suas consultas de Odontopediatria.

O médico dentista Odontopediatra, irá questionar os pais acerca de todos os hábitos da criança, medicação frequente, alimentação, avaliar o tipo de parentalidade que exercem sobre os filhos, e instruir acerca dos cuidados de higiene oral a ter com os dentes do bebé, dos irmãos e dos pais.

Os factores de risco para cárie no bebé começam nos pais. As bactérias cariogénicas são trasmissíveis no contacto com saliva (beijinhos, falar com o bebé ao colo, provar da colher, etc). Numa gota da nossa saliva vão milhares de bactérias, portanto se os pais têm cáries, a criança ficará com a sua boca colonizada pelos mesmos microorganismos.

Quanto à parentalidade, há formas de educação mais propensas ao aparecimento de cárie. O modelo de educação permissiva, em que os pais cedem à vontade (e às birras) dos filhos leva a um aumento até 300% da probabilidade de contraír cárie antes dos 5 anos. São crianças que comem doces sempre que “exigem”, deitam-se mais vezes que as outras sem escovar os dentes e escovam mais frequentemente sozinhas, porque “não deixam” os pais escovar.

Também é importante desde cedo orientar os pais para que a relação da criança com a medicina dentária seja o mais saudável possível. Pais com muito medo de dentista, e que verbalizam esse medo na presença da criança têm uma probabilidade acima de 80% de ter filhos com medo de dentista, sem nunca terem tido uma única experiência. É também necessário desde cedo esclarecer estes pais sobre aquilo que podem e devem dizer à sua descendência quanto à sua experiência no médico dentista.

Quanto mais cedo a criança conhece o seu dentista, melhor será o vínculo criado com aquele profissional. Desta forma passa a encarar as visitas de rotina como algo corriqueiro, e ainda que um dia tenha algum problema e necessite de uma intervenção mais invasiva, a criança colabora porque não sente medo e teve boas experiências nas consultas anteriores.

Acha que ir ao Odontopediatra aos 18 meses é cedo demais?

Experimente levar o seu filho pela primeira vez aos 4 anos já com cáries para tratar…

FAÇA JÁ A SUA MARCAÇÃO DE CONSULTA 

Dr.ª Catarina Cortez

Licenciatura ISCS-Sul
Pós-Graduação Ortodontia e Ortopedia Dentofacial (2003-2006) , Dr. Eduardo Parado, Espaço Físico, Lisboa
Pós-Graduação em Ortodontia Avançada (2015), Dr Pablo Etcharri, Orthoportugal, Lisboa
Curso Avançado em Odontopediatria (2013), Dr.ª Patrícia Gaton,  Sorriso Natural, Porto
Certificação em Incógnito System (2017), Milão
Certificação em Técnica Clear Aligner (2014), Barcelona, Dr Pablo Etcharri, Orthoportugal, Lisboa
Curso em Damon System, Dr Pedro Costa Monteiro, CBC Growing (2015), Funchal
Membro Invisalign Team, Dr Pedro Costa Monteiro, PCM Education, (2018), Porto

%d blogueiros gostam disto: