gravidez

Gravidez e Saúde Oral

A gravidez envolve uma série de alterações orgânicas e comportamentais que podem afetar a cavidade oral, causando um risco aumentado de cáries e doenças gengivais.

Portanto, quando uma mulher planeia engravidar ou sabe que está grávida, deve solicitar uma consulta de revisão com o seu médico dentista.

 

O Impacto da Gravidez na Saúde Oral da Grávida

É muito importante que, durante a gravidez, a gestante mantenha uma higiene oral adequada e siga uma dieta equilibrada.

Ao contrário das crenças populares, o bebé não obtém cálcio a partir dos dentes da mãe. Quando o bebé necessita de cálcio, costuma obtê-lo, por exemplo, através da dieta da mãe, mas nunca pelos dentes.

A crença de que a gravidez traduz-se diretamente em problemas dentários para a mãe também é errada. Se você estiver a desenvolver mais cáries, pode ser devido a:

  • Negligencia da sua higiene oral e consequente acumulação de placa bacteriana. As bactérias da placa dentária usam o açúcar que a mãe consome, para produzir ácidos que atacam o esmalte dos dentes, causando cáries.
  • Mudança de hábitos e horários alimentares. À medida que o abdómen da mãe aumenta de tamanho, começa-se a comer pequenas quantidades de comida com mais frequência (porque se sentir cheia imediatamente depois de começar a comer). Deve evitar comer alimentos doces e / ou de consistência pegajosa (doces, sumos embalados, refrigerantes, doces ...)
  • Vómitos associados à gravidez ou refluxo do ácido do estomago. O ácido do estomago causa erosão do esmalte dos dentes, tornando-o mais suscetível à cárie.

Problemas Gengivais durante a Gravidez

As alterações hormonais que acompanham a gravidez favorecem o aparecimento de gengivite. A gengivite é uma inflamação e vermelhidão das gengivas que pode causar dor generalizada na boca e uma maior tendência a sangrar.

Os problemas gengivais geralmente aparecem durante o segundo mês de gravidez, geralmente são altos no oitavo mês e melhoram após o parto.

Se já tinha problemas gengivais ou doença periodontal antes da gravidez, é provável que piorem. Durante o segundo trimestre também pode aparecer um "granuloma da gravidez" nas gengivas.

É uma lesão protuberante localizada na gengiva e sangra facilmente. A maioria diminui de tamanho ou desaparece após o parto.

As alterações hormonais da gravidez não podem ser controladas, mas está na sua mão eliminar os restantes fatores causadores da gengivite (nomeadamente: a placa dentária - deve limpar os dentes todos os dias - e o tártaro - deve agendar uma destartarização/limpeza com o seu médico dentista).

Tratamentos Dentários durante a Gravidez

A gravidez não é uma doença. Portanto, a gestante pode realizar os tratamentos dentários de que precisa.

Durante o primeiro trimestre, geralmente são realizados apenas tratamentos de emergência, pois é durante o primeiro trimestre que as principais estruturas do bebé se formam, como o Sistema Nervoso Central com o cérebro, o coração e o Sistema Vascular, etc.

O segundo trimestre é, geralmente, o momento ideal para realizar qualquer tratamento dentário. Não há problema em usar a anestesia local durante os tratamentos. O médico dentista utiliza anestésicos que não afetam o seu bebé.

O exame radiográfico é um instrumento de diagnóstico importante para alguns tratamentos dentários. O feixe de raios radiográficos não é direcionado para o abdómen e a quantidade de radiação produzida é pequena;

Portanto, os raios X dentários podem ser realizados durante a gravidez, desde que seja colocado um avental de chumbo que cubra o abdómen da mulher grávida (para proteger o bebé).

No último trimestre da gravidez, pode ser desconfortável permanecer sentado na cadeira do consultório por um período prolongado e é por isso que tentamos evitar a realização de tratamentos dentários prolongados nesta fase (embora não existam inconvenientes na prática de tratamentos dentários).

O uso de óxido nitroso durante o primeiro e o terceiro trimestre da gravidez não é recomendado, pois pode estimular os músculos uterinos e favorecer o aparecimento de abortos espontâneos, durante o primeiro trimestre, e o aparecimento de contrações com risco de parto prematuro, durante o terceiro.

Se existir histórico de partos prematuros, o tratamento dentário deve ser evitado nos últimos meses.

Cuidados de Saúde Oral durante a Gravidez

  • Evitar comer alimentos doces e / ou de consistência pegajosa (doces, sumos embalados, refrigerantes,
    doces ...)
  • Escovar após refeições
  • Agendar consulta de avaliação, com o seu médico dentista, durante o segundo trimeste.
  • De forma a minorar a acção do ácido gástrico, nos episódios de vómito, deve optar por não escovar os dentes imediatamente após o episódio. Em primeiro lugar, deve bochechar 1 copo de água com uma colher de chá de bicarbonato de sódio dissolvido

Contacte-nos

Marque agora a sua consulta com os melhores profissionais.