Como cuidar da saúde oral durante a gravidez – Cuidado pré-Natal

Saúde Oral na Gravidez
Saúde oral na gravidez

A gravidez envolve uma série de alterações orgânicas e comportamentais que podem afetar a cavidade oral. Isto resulta num risco aumentado para cárie dentária e doenças gengivais.

Porém, as alterações hormonais que acompanham a gravidez favorecem o aparecimento de algumas doenças:

  • Gengivite (sangramento e edema gengival)
  • ou periodontite (retração gengival
  • e perda de osso/fibras à volta dos dentes).
Problemas Gengivais

Por norma, os problemas gengivais surgem durante o 2º mês de gravidez e melhoram após o parto. Todavia, se já existiam problemas gengivais antes da gravidez, é provável que piorem durante a gestação.

Deste modo, a crença de que a gravidez se traduz diretamente em problemas dentários para a mãe, está errada. Ou seja, o bebé não obtém cálcio a partir dos dentes da mãe. Na verdade, a mãe pode estar a desenvolver cárie devido a uma combinação de fatores que são:

  • Uma rotina de higiene oral descuidada e consequente acumulação de placa bacteriana,
  • Uma mudança de hábitos alimentares (maior consumo de hidratos de carbono)
  • E aos vómitos matinais recorrentes.
Prevenção

Assim sendo, de forma a evitar estas situações, deve seguir as seguintes recomendações:

  1. Escovar os dentes após as refeições e antes de se deitar com pasta fluoretada
  2. Usar fio dentário/escovilhão, pelo menos 1x/dia;
  3. evitar alimentos doces/pegajosos e bebidas gaseificadas;
  4. Agendar consulta com o Médico Dentista,
  5. para garantir que não existem problemas;
  6. Após um episódio de vómito, bochechar uma mistura de água e 1 colher de chá de bicarbonato de sódio, para diluir e reequilibrar o conteúdo ácido na boca.
Tratamentos dentários

Quanto a tratamentos dentários nesta fase: a grávida pode e deve realizá-los, idealmente no 2º trimestre, visto ser um período de maior estabilidade.

Geralmente, as grávidas não procuram resolver os problemas dentários. Sobretudo, devido ao receio dos efeitos do tratamento no desenvolvimento do bebé. Todavia, estes fatores resultam do desconhecimento da importância da saúde oral. Assim como, da saúde em geral e do medo dos tratamentos. No entanto, uma infeção na cavidade oral traz mais perigos para o bebé do que o tratamento dentário em si.

Assim sendo, quando planeia engravidar ou sabe que está grávida, deve marcar uma consulta com o seu Médico Dentista.

QUERO MARCAR CONSULTA

Leave comment