291 282 590 | 2ª a 6ª - 8h30 às 21h00 - sábado - 8h30 às 18h00

 

A SAÚDE ORAL NA MULHER

 

 A mulher apresenta alterações na sua saúde oral resultantes da variação dos níveis hormonais durante as diferentes fases da sua vida.

 

Menstruação

 As alterações orais mais comumente observadas antes do período menstrual decorrem dos níveis elevados da hormona Progesterona e podem incluir inflamação gengival (gengiva adquire uma tonalidade avermelhada e pode sangrar mais do que o habitual durante a escovagem). Nesta fase também podem surgir aftas na cavidade oral.

 

Utilização de contracetivos orais

 A utilização destes fármacos (ex.: pílula) poderá causar inflamação gengival. Além disso está descrito que a probabilidade de desenvolver alveolite seca – uma complicação decorrente da extração de um dente – está aumentada em mulheres que utilizam este método contracetivo. Por esta razão, é importante informar o médico dentista sobre a medicação que está a tomar antes de qualquer intervenção.

 

Gravidez

Durante a gravidez poderá ser difícil proceder a uma escovagem eficaz uma vez que algumas mulheres experienciam náuseas provocadas por pastas dentífricas com sabores muito intensos. A forma mais fácil de ultrapassar esta dificuldade é optar por um dentífrico com sabor neutro.

 Os episódios de vómito podem conduzir à erosão (desgaste) das superfícies dentárias. Para evitar esta ação adversa poderá preparar um copo de água com 1 colher de chá de bicarbonato de sódio para bochechar, 30 minutos, antes de escovar os dentes.

 Esta é outra fase com alterações hormonais marcadas que aumentam o risco de inflamação gengival e do aparecimento ou agravamento da Periodontite.

 

Menopausa

 Durante a menopausa muitas mulheres reportam gengivas doridas/sensíveis, sensação de boca seca, sensação de ardor e ainda, alterações no paladar.

 

 Osteoporose

Na osteoporose os seus ossos tornam-se fracos e fraturam com facilidade. As alterações hormonais após a menopausa aumentam o risco de osteoporose nas mulheres. Quando os seus ossos estão enfraquecidos pela osteoporose, a doença periodontal pode instalar-se mais rapidamente (com a perda de osso dos maxilares a probabilidade de perder dentes aumenta).

 De forma a prevenir e a resolver estas alterações na sua saúde oral, é importante:

 Agendar consulta com o seu Médico-Dentista uma ou duas vezes por ano (Check-up)

  • Criar uma rotina diária de higiene oral (escovagem após as refeições e utilização de fio dentário)
  • Optar por uma alimentação saudável (limitando o consumo de alimentos açucarados ou bebidas gaseificadas)
  • Cessação tabágica (de forma a diminuir o risco de doença periodontal e de cancro oral, pigmentação escura dos dentes e mau hálito)

FAÇA JÁ A SUA MARCAÇÃO DE CONSULTA 

 

 

Dr.ª Petra Freitas

Mestre em Medicina Dentária pela Universidade do Porto.
Curso de Oclusão, Dor Orofacial e Bruxismo pela OrisEducare 2017

%d blogueiros gostam disto: